Seguidores

quinta-feira, 8 de maio de 2014

NA ESPREITA


 

 

Quando enfim decidiste
tomar minhas mãos trêmulas   
as beijaste com doçura
minha boca beijaste
meu chapéu feito de fitas
retiraste, me olhando
com doçura
me fitou com ternura
delicadamente
me conduziste
pelas ruas enluaradas.

 
MENDUIÑA

 

 

 

Augusto Cury: Controle suas Emoções (1/6)

ESQUISOFRENIA

O que é Esquizofrenia?

A esquizofrenia é um transtorno mental complexo que dificulta:
  • Fazer a distinção entre as experiências reais e imaginárias
  • Pensar de forma lógica
  • Ter respostas emocionais normais
  • Comportar-se normalmente em situações sociais

Causas

A esquizofrenia é uma doença complexa. Especialistas em saúde mental não sabem ao certo sua causa. No entanto, alguns fatores genéticos parecem estar envolvidos.
Adam Sintomas psicóticos comuns da esquizofrenia
  • Alguns eventos ambientais podem desencadear a esquizofrenia nas pessoas que geneticamente já apresentam risco.
  • Você está mais propenso a desenvolver a esquizofrenia se algum familiar seu tem a doença.
A esquizofrenia afeta tanto homens quanto mulheres. Ela geralmente começa na adolescência ou na fase adulta jovem, mas pode começar em idade mais avançada. Nas mulheres, a esquizofrenia tende a começar mais tarde e ser mais branda.
A esquizofrenia com início na infância aparece depois dos 5 anos. A esquizofrenia infantil é rara e pode ser difícil diferenciá-la de outros transtornos de desenvolvimento da infância, como o autismo.
Esquizofrenia: entenda a doença que provoca delírios e alucinações

Exames

Não há testes médicos para diagnosticar a esquizofrenia. Um psiquiatra deve examinar o paciente para determinar o diagnóstico. O diagnóstico é feito com base em uma entrevista minuciosa com a pessoa e seus familiares. O médico fará perguntas sobre:
  • A duração dos sintomas
  • Como a capacidade funcional da pessoa mudou
  • Histórico de desenvolvimento
  • Histórico familiar e genético
  • Se a medicação funcionou
Exames cerebrais (como tomografias ou ressonâncias magnéticas) e exames de sangue podem ajudar a descartar outras doenças com sintomas semelhantes à esquizofrenia.

Sintomas de Esquizofrenia

Geralmente, os sintomas da esquizofrenia se desenvolvem lentamente durante meses ou anos. Às vezes, podem ocorrer vários sintomas, e outras vezes, podem ocorrer somente alguns.
As pessoas com qualquer tipo de esquizofrenia podem ter dificuldade de manter suas amizades e de trabalhar. Elas também podem apresentar problemas relacionados a ansiedade, depressão e pensamentos ou comportamentos suicidas.
Inicialmente, você pode apresentar os seguintes sintomas:
  • Sensação de tensão ou irritabilidade
  • Dificuldade para dormir
  • Dificuldade de concentração
Com o desenvolvimento da doença, problemas com pensamentos, emoções e comportamento se desenvolvem, incluindo:
  • Nenhuma emoção (apatia)
  • Crenças ou pensamentos falsos que não têm base na realidade (ilusões)
  • Ver ou ouvir coisas que não existem (alucinações)
  • Dificuldade de prestar atenção
  • Pensamentos que "pulam" entre assuntos que não estão relacionados (pensamento desordenado)
  • Comportamentos bizarros
  • Isolamento social
Os sintomas podem variar dependendo do tipo de esquizofrenia.
Os sintomas de esquizofrenia paranoide podem incluir:
  • Ansiedade
  • Fúria ou propensão a brigas
  • Falsa crença de que pessoas estão tentando fazer mal a eles ou a seus entes queridos.
Os sintomas de esquizofrenia desorganizada podem incluir:
  • Dificuldade para raciocinar e expressar suas ideias claramente
  • Comportamento infantil
  • Demonstração de pouca emoção
Os sintomas de esquizofrenia catatônica podem incluir:
  • Falta de atividade
  • Postura e músculos podem estar rígidos
  • Caretas ou outras expressões faciais estranhas
  • Não responder muito a outras pessoas
Os sintomas de esquizofrenia não diferenciada podem incluir sintomas de mais de um tipo de esquizofrenia.
As pessoas com esquizofrenia residual apresentam alguns sintomas, mas não tanto quanto as pessoas que estão em um episódio completo de esquizofrenia.

Buscando ajuda médica

Ligue para seu médico se:
  • Vozes estiverem pedindo para você se ferir ou ferir outras pessoas.
  • Você sentir uma forte vontade de se ferir ou ferir outras pessoas.
  • Você estiver se sentindo desesperado ou desolado.
  • Você estiver vendo coisas que não existem.
  • Você apresentar a sensação de não poder sair de casa.
  • Você não for capaz de cuidar de si mesmo.